Colágeno nos músculos

A força muscular depende do tecido muscular. O corpo humano tem mais de 650 músculos, perfazendo 40% do peso do corpo.

Os músculos são compostos de células entrelaçadas por um tecido conjuntivo que atua como suporte. Este tecido, rico em colágeno, é um dos principais constituintes do músculo. Cria uma “costura” em volta das fibras musculares, fornecendo suporte e proteção. De fato, o colágeno é parte integrante de um sistema que liga as células musculares e as agrupa. Este sistema de ancoragem permite que as células musculares se adaptem às distorções mecânicas que sofrem durante a contração. Dado que o fenômeno do envelhecimento leva a uma redução na produção de colágeno, as ligações externas e internas entre as células musculares também são reduzidas, causando deterioração e enfraquecimento dos músculos como um todo, ao longo dos anos. Essa situação afeta o tecido muscular e reduz sua capacidade de desempenhar suas funções essenciais.

Uma das doenças relacionadas à redução do colágeno no músculo é a fibromialgia. Seu diagnóstico tem sido errôneo há muito tempo devido à falta de conhecimento sobre a fisiopatologia subjacente desta doença e à falta de marcadores bioquímicos específicos para diagnosticá-la. Embora as causas exatas desta doença ainda não estejam claras, pesquisas realizadas no Colégio Americano de Reumatologia e envolvendo várias amostras (biópsia muscular, urina e exame de sangue) mostraram distúrbios no metabolismo e estrutura do colágeno em pessoas com fibromialgia.

Em alguns casos, esses distúrbios são refletidos em uma menor quantidade de colágeno intramuscular, bem como por um remodelamento da matriz extracelular, com depósitos de colágeno sendo encontrados em torno das fibras nervosas. Isso resulta em um limiar mais baixo para a tensão muscular (aspectos estruturais e mecânicos) e uma menor tolerância à dor em áreas sensíveis (aspecto nervoso). Em um estudo clínico realizado em um pequeno grupo de pessoas que sofriam de fibromialgia por 2 a 15 anos, descobriu-se que tomar colágeno hidrolisado reduziu significativamente o nível médio de dor; este efeito é bastante significativo em um subgrupo de participantes.

O colágeno AminoLock® é um ingrediente único de Genacol que ajuda a reduzir a dor nas articulações associada à osteoartrite. Tem o menor peso molecular disponível no mercado, permitindo uma biodisponibilidade superior.

A eficácia do colágeno AminoLock® para a saúde das articulações é comprovada por três estudos clínicos publicados e reconhecidos internacionalmente.